BLOG

Acesso

O amanhã começa hoje

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Diante de tantas mudanças, em um país dito do futuro, a reflexão a respeito de como podemos criar novos horizontes nos surge em pauta. A educação, sim, é a melhor maneira. A ideia ultrapassada de que a escola é responsável pelo ensino não existe mais. De maneira simples, podemos interpretar que tudo o que nos formou, experiências, pais, são instrumentos de ensino. Educar é se educar e transferir os aprendizados que nos formaram para que nossos filhos sejam melhores. No literal sentido da palavra evolução.

A proposta do Acesso Educação vem do mundo corporativo. Assessorar no entendimento de que os atores principais se dividem entre família, aluno e escola é uma forma que há dez anos se mostra eficiente neste projeto. O planejamento de como o aluno pode se desenvolver integrando objetivos e atitudes segue a regência da epistemologia: os processos de aprendizados cognitivos associado ao lúdico.

Processos! Sim, este é o caminho. Pensar a respeito do planejamento e a definição de metas claras, associadas ao esforço e, ao mesmo tempo, ao conforto soam dicotômicos. Porém, não é possível aprender sem gosto, perceber a evolução nos faz ter o desejo de alcançar algo que a cada dia se torna próximo. Quando se pensa em caminhos e objetivos para nós, pais, é mais confortável pensar em algo menos desgastante para nossos filhos, mas o que realmente importa para aqueles que terão sucesso são os desafios.

Em nossa escola, o incentivo a pensar mais alto são preceitos fundamentais. Não existem diferenças de capacidade; existe diferença de esforço e isso é reconhecido por inúmeras famílias: hoje, 700 famílias desfrutam do prazer de ver seus filhos nas melhores universidades.

Mais uma dicotomia no sentido do que é uma boa universidade nos vem à tona. Na verdade, quem faz a universidade é o aluno, mas para que ele possa fazer, deve, antes de tudo, aprender a estudar. As escolas, em geral, passam os conteúdos de uma a duas semanas antes da prova, o que faz com que o aluno utilize da memória recente ao invés de ter um aprendizado pleno. Afinal de contas, compreender é diferente de aprender.

Nossa proposta funciona apenas com a participação de todos os envolvidos no processo. Em nosso ambiente com 3000 metros quadrados, criamos uma interação em que nossos alunos, assim como nossa equipe, são iguais em suas responsabilidades de deixar um espaço sempre confortável para o máximo do aprendizado. Nossos professores são cirúrgicos e os alunos realizam a primeira anamnésia de suas vidas: a do entendimento dos sintomas e como tratar cirurgicamente suas dificuldades.

No último ano, 90 alunos foram aprovados em Medicina e nesta metade do ano, 40 estudantes também conquistaram o resultado para o mesmo curso, além de dezenas de alunos que alcançaram a tão sonhada vaga através do vestibular.

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Posts Recentes

Categorias
×

Olá!
Entre em contato conosco.

×